Mães e Filhas

 

EDITORIAL

“ TAL MÃE , TAL FILHA”

Em casa temos vários tipos de ESPELHOS, seja pequenino – na tampa do blush – ou médio, no toalete. E, como em toda casa, temos um espelho principal, aquele que podemos nos ver por inteiros. Analisando esse detalhe, proponho a seguinte reflexão:

”Qual espelho eu venho sendo para minha filha?”

Quando me deparo com certas cenas, como meninas lindas vestindo roupas tão apelativas a sensualidade (micro shorts), confesso que me vem a mente: onde estará a mãe dessa menina? Qual será sua referência?
Sabemos que, diariamente, nossas filhas têm uma infinidade de referências, algumas boas, outras nem tanto. Sendo assim, devemos tomar o nosso posicionamento como mães e não abrirmos mão de sermos o principal exemplo para elas.

Ser o principal espelho de suas vidas. Como sempre digo “tal mãe, tal filha”.

“Semelhantemente, ensine as mulheres mais velhas a serem reverentes na sua maneira de viver, a não serem caluniadoras nem escravizadas a muito vinho, mas a serem capazes de ensinar o que é bom. Assim, poderão orientar as mulheres mais jovens a amarem seus maridos e seus filhos, a serem prudentes e puras, a estarem ocupadas em casa, e a serem bondosas e sujeitas a seus próprios maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja difamada.” (Tito 2.3-5 Bíblia Sagrada NVI).

Aproveite mais esta edição, que por sinal está muito especial com a #campanha mães e filhas.

Ótima Leitura!

Gabriela Prado

 

Distribuição: dirigida e vendas através do Site www.revistaellegancia.com.br

Anuncie: 44- 32634763  +55 44 9 99107461